segunda-feira, 5 de julho de 2010

Índio da Costa não ajuda pobres

Um Indio que não gosta de pobre

A notícia divulgada ontem de que o deputado federal Indio da Costa (DEM), vice na chapa presidencial de José Serra (PSDB), foi autor de projeto que criminaliza a esmola foi alvo de ferrenhas críticas de governistas. Matéria publicada pela Folha de S. Paulo mostrou que Índio apresentou a proposta em 1997, quando vereador do Rio de Janeiro, mas não foi aprovada. O texto previa multa ao carioca que fosse flagrado dando dinheiro a pedintes.

O líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP), foi enfático: Não aprovaria isso. Ele tem uma visão errada. Deveria explicar isso melhor disse o petista. Certamente ele fez esse projeto para aparecer. Porque não depende do âmbito municipal, só federal.

O deputado federal Brizola Neto lembrou que ele já denunciara isso na quinta-feira, no seu blog www.tijolaco.com , e reforçou: Ele (Indio) teve uma passagaem pela Câmara dos Vereadores com um perfil elitista.

É justamente este perfil citado pelo pedetista que preocupa um dos mais representativos deputados federais do PT no Nordeste, Maurício Rands (PE).

Se fosse vereador, é claro que eu votaria contra.

Porque existem certas pessoas que precisam de apoio lembrou Rands. Isso mostra a insensibilidade social de um candidato a vice. Vai que ele vire presidente e coitado dos pobres! Procurados pela reportagem, Indio da Costa e o presidente do DEM, Rodrigo Maia, não foram localizados.

Extraído de www.jbonline.terra.com.br/ em 5/julho/2010

Nenhum comentário:

Postar um comentário