segunda-feira, 2 de agosto de 2010

IBGE: COMEÇA O CENSO 2010


PORTAS ABERTAS PARA OS RECENSEADORES DO IBGE


O censo 2010 começou ontem com dois grandes desafios: traçar um perfil do povo brasileiro a partir de visitas a 58 milhões de domicílios e convencer os moradores a receber os agentes para a realização da pesquisa.

Governo pede à população que receba agentes em casa

O censo 2010 começou ontem com dois grandes desafios: traçar um perfil do povo brasileiro a partir de visitas aos 58 milhões de domicílios do país e convencer os moradores a receberem os agentes censitários para a realização da pesquisa. O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, reforçou o apelo para que a população participe do censo.

O censo é a mais completa fonte de informações que um país pode ter para conhecer as condições de vida do seu povo afirmou o ministro.

Cerca de 190 mil recenseadores farão as visitas uniformizados, munidos de colete e crachá com os dados pessoais. Pela primeira vez o censo será totalmente informatizado, feito através de um pequeno computador de mão. No Rio de Janeiro, os agentes poderão afixar cartazes em comunidades e condomínios para facilitar a adesão dos moradores. Quem desconfiar dos profissionais pode checar a identidade deles, ligando para 0800 721 8181.

Inovações: O questionário socioeconômico poderá ser respondido pela internet.

Neste caso, o morador deve esperar a visita do recenseador para obter o código de acesso ao site do IBGE e preencher os dados em até cinco dias. O IBGE também acrescentou perguntas novas ao censo, como o tempo de deslocamento de casa para o trabalho e a disponibilidade de serviços como luz elétrica, internet e telefones celulares.

O Censo 2010 vai custar R$ 1,6 bilhão e começará a produzir resultados em novembro, quando será informado o tamanho da população brasileira, estimada hoje em 191 milhões de pessoas.

Extraído de www.jbonline.com.br em 02 de agosto de 2010.

Nenhum comentário:

Postar um comentário