sábado, 16 de outubro de 2010

Resenhas de livros


O caminho para um mundo mais sustentável

A leitura deste livro de Nicholas Stern nem sempre é fácil, e aqueles que não conhecem um pouco da teoria econômica poderão ter dificuldade de digerir algumas de suas passagens. Não se fala aqui de opções que possam colocar demais em risco o status quo, nem de soluções mágicas. O autor tem os pés no chão e parece falar em nome de políticos e líderes empresarias em todo o mundo.

"A mudança climática não é mais uma questão que as empresas podem escolher evitar, seja em época de vacas gordas, seja em épocas de crise econômica. Empresas com visão de futuro que demonstraram seu compromisso para com o meio ambiente e cujas atitudes são vistas como responsáveis estão mais bem posicionadas para manter a confiança dos consumidores, dos acionistas e do governo, além de se diferenciarem dos concorrentes". Lançado em 2006, o relatório do Economista britânico Nicholas Stern, ex-chefe do Banco Mundial, trouxe para o setor da economia as questões ambientais. Foi quando, pela primeira vez, ouvimos dados que hoje já são bastante conhecidos, sobre a necessidade de a economia dos países se adaptar às mudanças climáticas que virão. E, sobretudo, para tomar atitudes que impeçam um aumento maior do que os 2 graus previstos pelos cientistas do IPCC (Intergovernamental Panel on Climate Change). No quesito, as indústrias são fundamentais. Daí a importância do livro, com interessante prefácio do presidente do Conselho Curador da Fundação Brasileira para o Desenvolvimento Sustentável, Israel Klabin.

Autor: Nicholas Stern; Editora Campus
Elsevier; 238 páginas

Economia Socioambiental

Trata-se de uma coletânea, com 14 capítulos, que podem sr usados sobretudo por estudantes e pesquisadores que se interessem sobre como a economia socioambiental no Brasil era pensada do início de 2008. Um processo econômico que não despreza o que vem da natureza e onde, no limite, "o único fluxo de entrada no processo econômico é o de recursos eserviços naturais. E, de saída, os resíduos, que tornam inevitáveis a depreção de recursos e a poluição". O organizador avisa, no prefácio, que não se trata de um livro doutrinário, "mas exatamente o avesso: um livro que procura mostrar como os pesquisadores brasileiros estão enfrentando um problema que há vinte anos está em "banho maria". Os autores foram instados a escrever, "sem nenhum tipo de discriminação no tocante à abordagem metodológica que consideram mais importante".

Organizador: José Eli da Veiga; 378 páginas;
Editora Senac

Criando um negócio social

Tendo criado o conceito de microcrédito nos anos 70, o economista indiano/bengali e prêmio Nobel da Paz em 2006, viu crescer o seu Banco o Grameen Bank a ponto de tornar-se , hoje, financeiramente autossuficiente. E não sossegou. Inabalável na sua perseguição ao fim da pobreza, Yunus criou a proposta, o negócio social, tema deste livro. Certo de que a crise econômica mundial nãoestá nem perto de deixar a todos tranquilos, já que o cerne da questão continua o mesmo, Yunus apresenta uma forma de fazer negócio que não tem como missão única a de maximizar o lucro. A base do seu projeto é o negócio que gere renda suficiente para cobrir as próprias despesas e que use o excedente econômico para investir em expansão. Ou seja: uma Empresa Social, "não envolver perdas e não pagar dividendos, mas é inteiramente dedicada à realização de um objetivo social, para acabar com um problema social."

Autor: Muhammad Yunus; Editora Campus/Elsivier; 220 páginas

Estes livros poderão ser facilmente encontrados na:
Technical Books Livraria
Rua Gonçalves Dias, 89 - 2 andar - Sl. 205 - Centro - RJ
Tel. 21 2224-3177 / 2531-9027

Nenhum comentário:

Postar um comentário