quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Fala a Professora, a nossa mestra!

'A porcaria do câmbio'



A economista Maria da Conceição Tavares recomendou ontem ao Brasil trabalhar sozinho para se defender da “porcaria do câmbio”, alertando que as importações crescem de forma “desvairada”, provocando a desindustrialização de setores importantes da economia.

Cética em relação à reunião do G-20, receitou à equipe econômica a adoção do controle de capitais na entrada e a redução dos juros.

— Quem tem que se defender dessa porcaria do câmbio é o Brasil. Não podemos esperar sentados o G20, G-21, G-23, G-24 organizarem a ordem cambial. O que existe é uma desordem internacional — disse a economista, em audiência na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado.

— Não creio que vai ter acordo (no G-20). Estou cética porque os EUA e a China, que pertencem ao G-20, vetam (uma solução multilateral para o câmbio).

Conceição disse que os dois países estão se “lixando” e querem que os outros paguem a conta, citando a decisão do Federal Reserve (Fed, banco central americano) de jogar US$ 600 bilhões no mercado.

Autor(es): Agencia o Globo/Geralda Doca

O Globo - 10/11/2010

Nenhum comentário:

Postar um comentário