quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Mais uma queda da SELIC, Mas ainda continua alta.


Queda da SELIC reduz de novo a remuneração da popuança

Com a redução da taxa básica de juros, a Selic, para 7,25%, anunciada pelo Banco Central, o rendimento das novas poupanças volta a cair a partir desta quinta-feira (11) devido à nova regra para o investimento, anunciada em maio.

A medida determina que, com a taxa básica de juros abaixo de 8,5%, um gatilho será acionado e as novas cadernetas de poupança e os novos depósitos terão seus rendimentos calculados com base em 70% da Selic, acrescidos da TR (Taxa Referencial, que não muda).

Com a Selic a 7,25%, a poupança terá rendimento de 5,07% ao ano mais a TR. Ou seja, uma poupança de R$ 10 mil renderia, pelo menos, R$ 507,5 após 12 meses.

Para depósitos antigos (feitos até dia 3 de maio), nada muda. O rendimento continua sendo de 0,5% ao mês (6,17% ao ano) mais a TR. O mesmo ocorre para novos depósitos quando a Selic for superior a 8,5%.

Para que os poupadores saibam quanto vão ganhar na caderneta quando as novas regras forem usadas, o governo definiu que o cliente será informado, na data do depósito, de qual será o rendimento creditado 30 dias depois. Os bancos já estão informando separadamente os rendimentos

Para antecipar o ganho que terá 30 dias depois, o poupador deverá sempre considerar a Selic vigente no dia em que ele efetuou o depósito.

POUPANÇA VS. RENDA FIXA

A nova redução da Selic torna o rendimento da antiga poupança ainda mais atraente em relação à renda fixa.

Estudo feito pela Anefac (Associação Nacional de Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade) aponta que mesmo no caso de depósitos feitos na nova poupança (para os quais vale a regra de 70% da Selic + TR), a aplicação rende mais que a maioria dos fundos de renda fixa (veja abaixo).

Segundo a entidade, a vantagem é que a caderneta de poupança tem seu ganho garantido por lei, não sofre tributação de Imposto de Renda e não tem taxa de administração.

Os fundos de renda fixa, por sua vez, sofrem incidência do IR --sendo maior a tributação quanto menor for o prazo de resgate-- têm taxa de administração cobrada pelos bancos.

A incidência do IR varia de acordo com o prazo da aplicação. A alíquota é de 22,5% para resgate em até seis meses, de 20% para resgate entre seis meses e um ano, de 17,5% para resgate entre um e dois anos e de 15% para resgate acima de dois anos.

COMPARE

Com a Selic em 7,25% ao ano, as contas antigas da poupança (depósitos feitos até 3 de maio) terão um rendimento mensal de 0,50% ao mês (6,17% ao ano) mais a TR. Portanto, ficarão acima do rendimento da renda fixa, segundo cálculos da Anefac.

Já a nova poupança (depósitos feitos a partir de 4 de maio) passará a ter um rendimento mensal de 0,4138% ao mês, (5,08% ao ano), mais a TR.

A vantagem da poupança antiga em relação à nova será maior quanto menor for a taxa básica de juros.

Veja simulações de como ficaria uma aplicação financeira de R$ 10 mil após doze meses em cada investimento (considerando a Selix estável em 7,25% ao ano):

Investimento                                                             Rendimento             Total

Poupança antiga                                                        R$ 617,00           R$ 10.617,00

Poupança nova                                                          R$ 508,00           R$ 10.508,00

Fundo com 0,5% de taxa de administração              R$ 554,00           R$ 10.554,00

Fundo com 1% de taxa de administração                 R$ 528,00           R$ 10.528,00

Fundo com 1,5% de taxa de administração              R$ 503,00           R$ 10.503,00

Fundo com 2% de taxa de administração                 R$ 466,00           R$ 10.466,00

Fundo com 2,5% de taxa de administração              R$ 441,00           R$ 10.441,00

Fundo com 3% de taxa de administração                 R$ 403,00           R$ 10.403,00

Considerando uma aplicação em CDB, o investidor teria que obter uma taxa de juros de cerca de 85% do CDI para atingir o mesmo ganho obtido pela poupança nova, já que as aplicações em CDB pagam igualmente IR de acordo com o prazo de resgate da aplicação.



Nenhum comentário:

Postar um comentário