quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Inflação não é obstáculo, diz Mantega




O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse ontem, durante reunião do Conselho Nacional de Desenvolvimento Industrial (CNDI), que a inflação não será obstáculo para o crescimento econômico. O ministro afirmou que o recuo do Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) de 0,97% em setembro para 0,02% em outubro, mostra que o choque dos preços no atacado está se dissipando.

"A perspectiva é de queda da inflação. A inflação não será um obstáculo para o crescimento", afirmou Mantega, segundo fonte que participou da reunião.
O ministro disse também que o país passou por uma mudança estrutural no que diz respeito à taxa de juros e também ao câmbio. Segundo o ministro, ainda de acordo com fonte, leva tempo para a economia se adaptar a essa nova realidade, que vai sustentar o crescimento econômico no longo prazo.

Na apresentação aos conselheiros, Mantega afirmou que a perspectiva de crescimento econômico é de 4% em 2013, conforme relato do ministro do Desenvolvimento, Fernando Pimentel. Mantega tem dito que o crescimento econômico ficará entre 4% e 4,5%.

O CNDI, que inclui governo, empresários e sociedade civil, se reuniu para fazer um balanço do primeiro ano do plano Brasil Maior, lançado em agosto de 2011 para estimular a economia brasileira e ao mesmo tempo dar maior competitividade para as empresas brasileiras. Inicialmente, estava prevista a participação da presidente Dilma Rousseff, que acabou cancelando a presença no evento.

Autor(es): Por Edna Simão | De Brasília
Valor Econômico - 01/11/2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário