terça-feira, 25 de março de 2014

Gasto de brasileiros no exterior bate recorde para meses de fevereiro

No mês passado, despesas lá fora somaram US$ 1,91 bilhão, diz BC.
Recorde anterior era fevereiro de 2013, quando somou US$ 1,86 bilhão.

O gasto dos brasileiros no exterior bateu recorde para meses de fevereiro. Segundo números divulgados pelo Banco Central, (www.bcb.gov.br) as despesas lá fora somaram US$ 1,91 bilhão no mês passado.

O recorde anterior para meses de fevereiro havia sido registrado em 2013 (US$ 1,86 bilhão). A série histórica do Banco Central tem início em 1947.

Dólar

Em fevereiro, houve queda de 2,79% na cotação do dólar, que fechou em R$ 2,34. O recuo da moeda barateia, por exemplo, as passagens e hotéis no exterior. Entretanto, especialistas lembram que essas aquisições geralmente são feitas com alguns meses de antecedência. O recuo, porém, já pôde ser sentido, no mês passado, para quem comprou dólares nas instituições financeiras no período, ou, ainda, para o fechamento das faturas de cartão de crédito.

Alta do IOF

Os gastos bateram recorde para fevereiro apesar de o governo ter adotado medidas, no fim do ano passado, para conter esse tipo de despesa. A alíquota do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) incidente nos pagamentos em moeda estrangeira feitos com cartão de débito, saques em moeda estrangeira no exterior, compras de cheques de viagem (traveller checks) e carregamento de cartões pré-pagos foi elevada de 0,38% para 6,38%. Com isso, essas operações passaram a ter a mesma tributação dos cartões de crédito internacionais.

Renda maior e preços baixos lá fora

Independentemente da variação do dólar, o aumento dos gastos no exterior neste ano está relacionado, segundo economistas, com a continuidade do crescimento do emprego e da renda no Brasil, mesmo com um ritmo menor de expansão, e também com os baixos preços de produtos em alguns países.

Parcial do ano

Ainda de acordo com o Banco Central, as despesas no exterior somaram US$ 4,03 bilhões nos dois primeiros meses deste ano – valor que ficou próximo do recorde para o período (US$ 4,16 bilhões nos dois primeiros meses do ano passado).

Histórico de gastos no exterior

Em 2013, os gastos no exterior somaram US$ 25,3 bilhões e bateram recorde para um ano fechado, contra US$ 22,2 bilhões no ano anterior. Em 2011, as despesas de brasileiros lá fora haviam somado US$ 21,2 bilhões.

Até 1994, quando foi editado o Plano Real, que conteve a hiperinflação no Brasil, os gastos de brasileiros no exterior não tinham atingido a barreira dos US$ 2 bilhões. Naquele ano, somaram US$ 2,23 bilhões. Entre 1996 e 1998, as despesas no exterior oscilaram entre US$ 4 bilhões e US$ 5,7 bilhões.

Com a maxidesvalorização cambial de 1999, com o dólar subindo para acima de R$ 3 em um primeiro momento, as despesas no exterior também ficaram mais caras. Com isso, os gastos voltaram a recuar e ficaram, naquele ano, próximos de US$ 3 bilhões.

As despesas de brasileiros no exterior voltaram a atingir a barreira de US$ 5 bilhões por ano somente em 2006. Desde então, têm apresentado forte crescimento. Em 2007, 2008 e 2009, por exemplo, atingiram, respectivamente, US$ 8,2 bilhões, US$ 10,9 bilhões e US$ 10,8 bilhões.


Nenhum comentário:

Postar um comentário