sexta-feira, 19 de setembro de 2014

No maior IPO da história, ação do Alibaba sobe 40% nas primeiras horas

Grupo chinês de internet estreia na bolsa dos EUA com recorde.
Ações foram lançadas a US$ 68 e chegaram perto de US$ 100 nesta tarde.

O gigante chinês de comércio eletrônico Alibaba estreia na bolsa de Nova York nesta sexta-feira (19/9) com recorde. As ações partiram de US$ 68, o que já posiciona esse lançamento como o maior da história no país, com expectativa de arrecadar, no mínimo, US$ 21,8 bilhões, mas os papéis subiram mais de 40% desde que começaram a ser negociados, neste manhã, chegando a se aproximar dos US$ 100.

"É o maior IPO do mundo e foi bom. Considerando a economia dos Estados Unidos e desse setor, foi uma boa estreia", disse o diretor-sócio da Global Financial Advisor. IPO é a é a sigla em inglês para oferta pública inicial, que equivale à abertura de capital de uma empresa.

Hoje dia 19/9 às 12h57, as ações do Alibaba subiam mais de 40% a US$ 95,4 na NYSE. Esse preço deverá fazer o grupo chinês alcançar um valor de mercado estimado em mais de US$ 230 bilhões - colocando-o acima dos rivais Amazon e eBay. Antes, o valor de mercado estimado era de US$ 167,6 bilhões, considerando o preço inicial de US$ 68 por ação.

O maior IPO no mundo, até então, foi o do Banco da Agricultura da China, que obteve US$ 21,1 bilhões em 2010. Nos EUA, o recorde era da Visa, de US$ 17,8 bilhões, em 2008.

"Este é o maior IPO que o mundo já viu, então há um clima de comemoração no chão, quer você goste ou não", disse à Reuters Benedict Willis, diretor de operações de uma corretora americana, enquanto acompanhava a estreia do Alibaba, na Nyse.


"Eu os colocaria (Alibaba) em uma classe de Facebook e Google, pela escala que têm, além de perspectivas de crescimento e rentabilidade", disse Scot Wingo, presidente da fornecedora de software de e-commerce ChannelAdvisor.

Os investidores, interessados no rápido crescimento da China e na evolução do setor de internet, têm clamado por ações da companhia desde que executivos do alto escalão do Alibaba, incluindo Jack Ma, iniciaram as apresentações na semana passada.

Acionista cai

As ações do Yahoo!, segundo acionista do Alibaba, sofreram uma queda de mais de 5% em Wall Street, menos de uma hora depois da entrada do grupo chinês de comércio on-line na Bolsa, segundo a Frannce Presse.

Até as 13h50, a ação do Yahoo!, que durante a manhã era cotada em alta, recuou 5,5%, a US$ 39,77 dólares, com os temores de alguns investidores de uma queda nos juros dos papéis do Yahoo!, depois da aguardada chegada do Alibaba ao mercado.

O Yahoo irá colocar parte das ações que possui do grupo chinês à venda. Já o primeiro acionista do Alibaba, o Softbank, não irá vender os papéis que possui da empresa da China, permanecendo com seus 32%.

O que é o Alibaba

O Alibaba é uma empresa chinesa de internet que ganhou fama com o comércio virtual, mas também atua em outros negócios, como pagamento online.

Com sede na China  e atuação em outros países, ela faz frente a gigantes como Amazon e eBay. Entre seus sites, o mais conhecido no Brasil é a loja virtual AliExpress.

Nos 15 anos desde que o então professor de inglês Jack Ma fundou a empresa, em seu apartamento de um quarto, o Alibaba tornou-se responsável por quatro quintos de todo o comércio online realizado na China, a segunda maior economia do mundo. A empresa também se ramificou em áreas como pagamentos eletrônicos e investimento financeiro.


Nenhum comentário:

Postar um comentário