sexta-feira, 10 de junho de 2016

Juros dos Cartões de Crédito tiveram a maior taxa de crescimento desde 1995.

A taxa de juros no cartão de crédito para pessoa física voltou a atingir o maior nível desde 1995, segundo dados divulgados nesta quinta-feira pela Associação Nacional de Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac). Já os juros do cheque especial têm o maior nível desde 1999.

Em maio, os juros subiram 0,73%, para 15,12% ao mês e 441,76% ao ano (em 1995, as taxas eram de 15,43% ao mês e 459,53% ao ano). Os juros das operações de crédito tiveram a 20ª alta seguida em maio.

No cheque especial, as taxas tiveram aumento de 0,7% e atingiram o patamar de 11,54% ao mês e 270,82% ao ano. É o maior patamar desde julho de 1999, quando as taxas eram de 11,73% ao mês e de 278,48% ao ano.

A taxa média de juros para pessoa física subiu 0,13%, para o maior nível desde 2003. No mês, os juros foram para 7,96% e no ano, para 150,7%. Há 13 anos, as taxas eram de 8,04% ao mês e 152,94% ao ano.

Já a taxa média de juros do empréstimo pessoal em bancos caiu 1,28% em maio, passando para 2,32% ao mês e 31,68% ao ano - a menor desde janeiro.


Nenhum comentário:

Postar um comentário